A FOTOGRAFIA NEWBORN NO BRASIL DEIXOU DE SER UM RECÉM-NASCIDO E ENTROU NA INFÂNCIA

Laura Alzueta conta sobre a evolução da fotografia newborn no Brasil. Uma jornada que só deve continuar crescendo.

Por Blog Newborn

Laura Alzueta em seu estúdio em São Paulo. Uma das pioneiras do mercado. A nova presidente da ABFRN.

As primeiras fotos de bebês recém-nascidos começaram a ser vistas por aqui em finais de 2010. Nessa época, avisei lá em casa que ia empreender, sair da agência e fotografar bebês. Todos me olharam torto: bebês Recém-nascidos e peladinhos?? Você está louca!! Realmente aquilo era uma novidade.

Nos Estados Unidos e Austrália essa prática começou há mais de 10 anos e logo fez sucesso em terras brasileiras. A fotografia newborn veio para ficar mesmo e não é um “modismo” como muitos profetizaram. Ela é hoje um estilo de fotografia consolidado, maduro e já incorporado ao enxoval do bebê.

O primeiro workshop realizado aqui em SP em Dezembro de  2010 pelo IIF, trouxe a brasileira Danielle Hamilton, residente na Austrália, para ministrar o curso. No ano seguinte ela voltou e fez mais 2 ou 3 cursos. Em 2012 foram quase 25 turmas em apenas 3 meses e eu tive o privilégio de ser escolhida como sua assistente, o que me ajudou a ter prática e experiência num curto espaço de tempo. Mas meu processo de amadurecimento era de tentativa e erro, assim como de todos que iniciavam naquele mercado.

E eu precisava de mais técnica. Não existiam DVDs sobre o tema, muito menos os cursos on-line. Aliás, como prever o futuro e imaginar essa onda avassaladora de workshops on-line? Fui atrás de mais conhecimento, desta vez nos Estados Unidos para um workshop VIP. Não havia nenhum estúdio em SP dedicado aos bebês recém-nascidos e esse também foi um dos motivos que me levou a viajar para conhecer estúdios lá fora.

Eu imaginava que um espaço para fotografar bebês tão frágeis e delicados deveria ser exclusivo, com ambiente controlado para aquecer a 28 graus, tranquilo para trocar fraldas e amamentar o bebê. É impossível fotografar modelos de publicidade e no mesmo espaço fotografar recém-nascidos!! Hoje isso parece óbvio ,não é mesmo? Não existiam flashes suaves, luz contínua com temperatura de cor adequada ou LEDs ou mesmo luzes específicas para a fotografia newborn como hoje.  Não existiam fornecedores de “props”, aliás a palavra era desconhecida.

Montei meu primeiro espaço, em casa em janeiro de 2012 com luz natural, que me permitia obter a suavidade desejada para a fotografia newborn e ainda ter um controle relativo do ambiente. Apenas 8 meses depois, recebendo pessoas desconhecidas todo dia dentro de casa, criei coragem e abri meu primeiro estúdio na Vila Madalena. O movimento crescia, começavam a me pedir para dar cursos e naquele mesmo ano de 2012 realizei 3 workshops newborn num hotel em São Paulo, sendo 1 no Rio de Janeiro. Hoje, 7 anos depois, perdi a conta de quantas turmas formei, provavelmente em torno de  60, mais de 700 alunos, além dos 3 cursos on-line que gravei.

         

O estúdio da Laura certamente é um dos melhores do Brasil, com área para os pais no estúdio. Preocupação com conforto, segurança e conveniência, tudo pensado para oferecer o melhor para os clientes, famílias. Detalhes da organização do estúdio. Hoje existe um mercado nacional para atender o setor. 

Naquele mesmo ano de 2012 participei do meu primeiro Congresso Fotografar onde conheci algumas fotógrafas de recém-nascidos. Foi um ano tão intenso! Ali formou-se o embrião da ABFRN. Estávamos preocupadas com o mercado que crescia a todo vapor e achamos importante criar um mecanismo de auto-regulamentação, como existe na Publicidade, minha área de formação. Queriamos alertar tanto pais quanto fotógrafos da importância da especialização na área, sobre ter cuidados com a segurança, higiene e conforto do bebê em primeiro lugar. De nunca colocar o bebê em risco por uma foto!! Sim, naquela época víamos muitas coisas assustadoras e de arrepiar, como bebês em cestas em cima de mesas, poses mal elaboradas ou ainda dentro de recipientes que ofereciam risco como vidro, só para citar um exemplo:

      

Segurança do bebê. Todo cuidado é pouco e Laura segue os mais altos padrões para criar as fotografias newborn. Uma referência nacional. Resultado acima do processo de edição.

Assim nascia a ABFRN, uma organização sem fins lucrativos criada por esse grupo pioneiro na fotografia newborn com objetivos educacionais, de divulgar as boas práticas e de aproximar os fotógrafos profissionais com os clientes, ou seja, os pais. Depois de muito trabalho (imaginem criar uma associação nacional com seus próprios recursos, com o dinheiro do bolso e com nosso escasso tempo!) chegamos a  2018 com tropeços sim, mas com muitos associados ativos e colaboradores e embaixadores que são defensores da nossa marca em todo o País. Sobrevivemos aos anos de crise e com muita alegria, encerramos hoje uma fase entrando numa nova era da ABFRN.

Com a nova diretoria recém eleita em junho seguimos adiante com os mesmos valores que plantamos lá trás mas com energias renovadas e garra para superar os desafios que são muitos!

Hoje somos uma Abfrn mais forte, uma classe unida, uma referência internacional. Construímos uma instituição sólida com associados em todo o Brasil. Mas é claro, sabemos que ainda há muito trabalho pela frente. Temos algumas metas primordiais nesta gestão:

1- FAMÍLIAS: No início focamos em nos tornar referência entre os fotógrafos mas agora é a vez de atingirmos com força as famílias. Queremos ser a referência para os pais em busca de fotógrafos newborn em todo o Brasil. Muitos dos nossos clientes já vem através do site da ABFRN, referendados pelo peso da instituição, mas sabemos que isso pode ser amplificado exponencialmente. Nosso selo tem valor sim e isso precisa ser mais divulgado!

2- Educação Ampliada – Temos parceria com os principais congressos, workshops e eventos de fotografia do País, que são uma das maiores fontes de educação continuada. Vamos implementar mudanças nos critérios e na forma de avaliação dos novos associados e dos atuais, sempre promovendo o constante aprimoramento da técnica e da arte da fotografia newborn.

3- Parcerias – vamos promover algumas mudanças na forma que as parcerias vêm sendo feitas a fim de obter benefícios reais para a instituição e seus membros.

4- Ações regionais – num País com as dimensões do Brasil é necessário termos ações locais para beneficiar os associados de todas as regiões e por isso nomeamos embaixadores responsáveis por estas atividades.

Enfim, a lista de metas é grande e a vontade de realizar imensa! Sempre haverá obstáculos e momentos de dúvidas, mas sabemos a força que temos e juntas faremos muito mais pela fotografia newborn no Brasil.

Meu sentimento hoje é de gratidão a todos os parceiros que conquistamos nesses anos, aos associados que nos acompanham e acreditam na ABFRN desde o início, aos embaixadores e colaboradores e à diretoria que sai neste momento, por tudo que realizamos, por tanto compromisso e dedicação e pela amizade que formamos nestes anos de trabalho juntos.  Que orgulho!!

E seja bem-vinda nova diretoria! Vamos arregaçar as mangas! Estejam certos de que eu, agora na presidência com a Carla Durante na vice, vamos apoiá-las e nos dedicar com a mesma paixão e seriedade de sempre aos nossos novos objetivos! Que venha esta infância saudável, alegre e cheia de boas construções juntas para o Mercado de fotografia Newborn e para a ABFRN! Que dentro de 10 anos possamos olhar para trás com ainda mais orgulho e ter somente boas memórias impressas em nossos álbuns de fotos!

___________________________________________________________________________________________________

Sobre Laura Alzueta

Presidente e uma das fundadoras da ABFRN, Publicitária graduada na ECA-USP, hoje em seu estúdio em São Paulo dedica-se apenas a retratar famílias, gestantes e bebês e especializou-se nos recém-nascidos. Atenta aos detalhes, suas imagens possuem uma expressão simples e orgânica. Desde 2011, compartilha sua técnica através de cursos e palestras nos principais eventos de fotografia do Brasil como Feira Fotografar (foi palestrante da Nikon), Newborn Photo Conference, Wedding Brasil e Estúdio Brasil. Já são mais de 600 alunos que realizaram seus cursos presenciais e quase 1000 bebês fotografados.  É também autora dos cursos online: “A arte e a técnica de fotografar Recém-nascidos” e “Fotografia de Bebês: o passo a passo do primeiro ano”, ambos pela Photos TV.

“Hoje busco através de meu trabalho criar e inspirar através de imagens orgânicas e verdadeiras, que reflitam o bebê natural e mostram a pureza dos primeiros dias de vida e todo o amor que existe a sua volta.”

 

Fonte:Blog Newborn FHOX