PRODUÇÃO NA FOTOGRAFIA NEWBORN

PRODUÇÃO NA FOTOGRAFIA NEWBORN

Uma das principais características da fotografia newborn é a produção

por Revista FHOXPublicado há 3h atrás | por Blog Newborn
Texto escrito pela fotógrafa Carla Durante

Além das poses, iluminação e outros detalhes específicos do estilo, não tem como negar que a produção tem papel fundamental em revelar o estilo de cada fotógrafo.

Na fotografia newborn os bebês são fotografados nos primeiros dias de vida, de preferência com idade até 15 dias, dentro de uma estética de certa forma, padronizada: bebês enroladinhos em wraps*, dentro de cestinhas, gamelas, baldinhos… onde couberem de forma a mostrar quão pequeninos são!

Também são fotografados peladinhos, deitadinhos em poses milimetricamente preparadas com delicadeza e cuidado pelo fotógrafo (ou ajudante) sobre mantas de diferentes cores e padrões, mas que tem em comum sempre uma textura agradável e macia ao toque. Essas mantas fazem as vezes de um “fundo infinito”. Presas em suportes e estendidas sobre pufes escondem apoiadores*, gamela-posionadora ou simples toalhas dobradas que servem de suporte para ajudar a manter o bebê nas poses de forma segura e confortável.

newborn-produção-3Carla Durante

Ainda me lembro como há 5 ou 6 anos era um mistério o que havia por baixo das mantas. As fotógrafas estrangeiras guardavam a 7 chaves os segredos por trás daqueles cobertores e pelos tão lindos. Aqui no Brasil, desde o início optamos por revelar, mostrar, ensinar como se faz, porque acreditamos que fazer certo e propagar a forma correta, tanto para outros fotógrafos quanto para as mães, é o caminho mais seguro e direto para chegarmos a resultados bonitos sem que o bebê corra riscos ou fique desconfortável.

Aí vêm os detalhes…ah…os detalhes! Eles são tudo!

Que cores de mantas, wraps, headband, chapéus, roupinhas usar? Como combinar as coisas entre si? Que outros tipos de acessórios usar para compor, dar graça e charme às fotos? Enfim, como produzir os sets para sessão newborn?

Essas escolhas precisam ser feitas pelo fotógrafo ao se preparar para uma sessão newborn. Como podem perceber, trata-se de uma sessão que precisa ser planejada. Tudo já está separado e ajeitado antes mesmo do bebê chegar no estúdio, ou – no caso de fotógrafos que vão na casa da família – tudo já deve estar devidamente selecionado e colocado na bagagem que ele vai levar… e não são poucas coisas: malas, sacolas e mais sacolas. Carro tão lotado que até parece viagem de férias!

newborn-produção-1Carla Durante

Fotógrafos de outras áreas quase não precisam desse trabalho todo. Sem contar na volta, no final da sessão: separar tudo (absolutamente tudo) que foi usado para lavar. Bebês recém-nascidos-nascidos não têm imunidade ainda e precisam de cuidados redobrados. Assim tudo o que toca a pele do bebê deve estar sempre muito limpinho, sem perfumes, macio… Como as mamães fazem na casa delas!

Estes são os cuidados, mas aqui vamos falar de escolhas: a escolha desses adereços e como combina-los com os cenários e elementos de cena (props) é o que dará, de certa forma, a “cara” ou o estilo do trabalho de cada fotógrafo.

Roupinhas próprias foram criadas para a fotografia newborn: não são as roupinhas que se encontram em shopping ou lojas de bebês, mas as coleções inteiras criadas única e exclusivamente para o ensaio. A mãe não precisa se preocupar com nada, é o fotografo que fornece a produção para o ensaio. Como em todas as áreas de vestuários, existe moda, tendências, estilo, funcionalidade, estética e até mensagens por trás de cada escolha consciente e estudada pelo fotógrafo ao definir os sets para a sessão.

newborn-produção-4Carla Durante

Em média, se faz de 3 a 5 diferentes produções num ensaio para compor o álbum. Isso, claro, varia de fotógrafo para fotógrafo, mas o mercado brasileiro se desenhou dentro desses parâmetros, oferecendo, na grande maioria dos casos, um álbum de 20 páginas ou no caso de um plano sem álbum, 20 fotografias (arquivos digitais) como resultado do ensaio.

Interessante notar que além de fotógrafo – dominar conhecimentos técnicos e artísticos de fotografia -, além de precisar conhecer bem a fisiologia do bebê para poder posicioná-lo, o fotógrafo newborn deve ter também uma busca constante na criação e ordenação de produções que transmitam, ternura, beleza, ou quaisquer outros sentimentos e sensações que ele queira transmitir em suas imagens, fazendo com ele tenha que ser também um produtor.

Paralelo ao desenvolvimento da fotografia newborn no Brasil, surgiu nos últimos anos um mercado necessário e importante, oferecendo uma gama interessante de produtos. Roupas, acessórios e itens para os cenários, são criações e produções que geram um incrível mercado fornecedor, formado, em sua grande maioria, apenas por lojas virtuais que durantes eventos, feiras e congressos de fotografia invadem os saguões tomando parte do espaço onde antes eram dedicados apenas a tecnologia de ponta, lançamentos de grandes marcas e itens de estúdio fotográfico.

newborn-produção-2Carla Durante

Ter a oportunidade de pegar na mão, ver e comprar na hora tornam a presença desses fornecedores sempre bem vinda nas feiras fotográficas. Muitas vezes são mães, titias e até vovós de fotógrafos que começaram com isso. Essas artesãs, ao meu ver, são quase co-autoras de um estilo, e convenhamos, sem elas não teríamos tanto charme em nossas fotos.

E chega a ser curioso pensar que, por exemplo, uma senhora de 70 anos com sua empresa de fazer props chega a ter um stand numa feira de fotografia tão grande, se não maior, que uma Canon ou Nikon, e ele é visitado com o mesmo entusiasmo pelos fotógrafos. Essa é a magia que a fotografia newborn inventou e que veio para ficar!

Em resumo, se falando de fotografia newborn, quase todos na área são também produtores. Os mais famosos ou experientes criam algo para suas sessões e por serem seguidos por fotógrafos iniciantes, sua criação acaba virando tendência, gerando, muitas vezes, produtos a serem avidamente pesquisados e produzidos pelos olhos atentos dessas artesãs e artesãos, tudo criado exclusivamente para o universo da fotografia newborn.

Então, apesar da fotografia newborn ser engessada em padrões de poses, enquadramentos e luz, e muitas vezes duramente criticado pelos fotógrafos de outras áreas, ela é dinâmica e as mudanças e criações das produções vão tornado o estilo infinitamente diferente e sempre bonito sem ser o mesmo ao passar dos anos. E assim, a fotografia newborn vai ganhando de forma rápida um espaço cada vez maior, conquistando um mercado que antes era dominado por fotografia de eventos (casamento e formatura).

Vamos combinar: a fotografia newborn é linda, e sabendo combinar fica mais linda ainda! Conheça a ABFRN e venha fazer parte da associação. No próximo artigo darei dicas de como fazer as escolhas de produção. Beijos e até mais!

newborn-produção-5Carla Durante
GLOSSÁRIO NEWBORN

* wraps são tecidos macios e com elasticidade, que servem para embrulhar o bebê enquanto ele não está dormindo, de forma a deixa-lo quietinho e parado na pose, sem apertar a circulação sanguínea nem marcar a pele. Embrulhar o bebê o deixa calmo e seguro.

*gamela-posicionadora é uma gamela (meia-tigela) usada sobre o pufe e embaixo das mantas para acomodar o bebê, limitando a forma que seu corpinho ficará esparramado no pufe.

*prop é uma palavra em inglês usada nos meios de teatro e cinema e emprestada para o newborn, que serve para designar os elementos que compõem uma cena. É o balde, por exemplo, o ninho, ou a caixinha onde se coloca o bebê. Esse elemento junto com o fundo, o piso (normalmente texturas impressas em tecido) e outros formam o cenário.

*posicionadores são almofadinhas com recheio de arroz, espuma, entre outros, que são colocadas dentro dos props e/ou embaixo das mantas para ajudar a moldar a pose do bebê deixando ele esteticamente bem posicionado de forma confortável.

Fonte: http://www.fhox.com.br/blogs/producao-na-fotografia-newborn