Dica de iluminação por Alessandra Riemer

Como o própria palavra diz, fotografar é escrever com a luz, por isso a iluminação é parte essencial de uma boa foto!

Nossos associados compartilharam algumas dicas de como eles fazem sua luz para que a foto seja ainda mais linda!

 

Alessandra Riemer

 

Esse é um assunto que eu amo!
Eu sempre procuro variar no posicionamento do meu flash.
São grandes e variadas as possibilidades de posicionamento. Você pode reproduzir qualquer padrão de iluminação apenas sabendo como posicionar sua luz. Ter esse conhecimento faz com que você tenha a possibilidade de levar sua fotografia para outro nível. E como disse acima, as possibilidades são infinitas.

Eu uso luz artificial. Meu flash é Einstein e minha sombrinha tem 1,80. A configuração da minha câmera nessa foto é: ISO 160 – f 2.5 – 1/200 e o Einstein está na sua potência mínima. Fotografo no Kelvin e configuro sempre de acordo com o Einstein. Eu normalmente deixo 5300 no Einstein e no meu kelvin vario de 4800 a 5000.

P.S. A luz da foto abaixo está posicionada um pouco mais baixa no tripé e um pouco acima do topo da cabeça do bebê. Como a foto foi tirada no chão, eu desço a luz também. A luz posicionada dessa maneira, faz com que o lado oposto fique mais na sombra produzindo (nesse caso) um padrão de iluminação Rembrandt (que se caracteriza por um leve triângulo iluminado no lado oposto do rosto do bebê).
Caso você quisesse um lado do rosto totalmente na sombra bastaria colocar sua luz a 90 graus da cabeça do bebê. Ou seja, de lado mesmo. Nesse caso teríamos um padrão de iluminação dividido.
Espero que tenham gostado! 📷