Sorriso por Amanda Inke

A foto do sorrisinho do bebê é uma das mais amadas. Tanto por nós fotógrafos como pelos pais. Quando o bebê dá um sorrisinho, o fofurômetro no estúdio explode. Duvido que você nunca tenha sorrido e soltado um “own” quando isso aconteceu.
Nossos associados compartilharam seu momento de mini cliente fofurinha com a gente!

Amanda Inke

“Acho que essa foto superou todas as expectativas da mamãe. Vou contar do começo. Quando a Gabriella me procurou para fazer as fotos dos gêmeos dela, eles já tinham quase dois meses. Nasceram muito prematuros e muito pequenininhos, muito mesmo (tinham pouco mais de 1kg cada um). Ficaram no hospital por bastante tempo, e com 58 dias (que foi quando fizemos as fotos) eles tinham o peso médio de um bebê recém-nascido de parto a termo. Eu confesso que fiquei receosa de aceitar fazer as fotos, porque não sabia como eles seriam, afinal de contas eles tinham praticamente dois meses. Eu nunca tinha fotografado newborn tão “velho” assim. Então conversei muito com a mãe, falamos sobre a expectativa de poses, etc. Prometi que faria fotos lindas deles, mas eu mesma achei que seriam muito mais lifestyle do que posadas. Mas me programei para fazer as fotos posadas que a mãe tanto tinha sonhado. E não é que eles permitiram? Os dois! E o Miguel ainda nos presenteou com este sorriso lindo!!! Por isso que eu nunca mais digo que não faço as fotos. O importante é alinhar as expectativas, mas o sonho de uma mãe não pode ser negligenciado. Ainda mais de uma mãe como ela, que sofreu tanto com estes bebês no hospital. Ter estes dois perfeitinhos em casa era mais do que uma vitória, era quase um milagre. E agora ela tem as fotos deste milagre.”